Pressione "Enter" para pesquisar ou "Esc" para cancelar.

Como medir o desempenho de uma plataforma de colaboração em cada etapa de uso

A implantação de uma plataforma de colaboração, como uma rede social corporativa, conta com várias fases. Cada uma das etapas desse processo tem especificidades próprias e indicadores que ajudam a ver se está dando tudo certo ou se alguma coisa precisa ser revista. Para ajudá-lo nessa tarefa, separamos as principais métricas usadas para cada um dos três estágios da adoção de uma plataforma de colaboração.

As diferentes fases são: 

a) Atração

Aqui, a plataforma de colaboração ainda é uma novidade: os funcionários estão começando a pensar em ingressar na rede social corporativa, por exemplo. Nesta fase, é importante acompanhar indicadores que mostram o quão atrativa é a ferramenta para a equipe na fase inicial. Uma métrica que atua diretamente nesse ponto chama-se colaboradores aderentes e mede qual o percentual de funcionários da sua empresa que usam a ferramenta. No início, é natural que esse valor seja pequeno. Porém, é preciso trabalhar internamente para que esse indicador cresça até um patamar esperado.

 

b) Experiência

Nessa fase, a equipe (ou parte dela) já usa a plataforma de colaboração e está explorando as possibilidades que a ferramenta traz para o ambiente de trabalho. Os indicadores importantes para esta etapa devem mostrar se os colaboradores navegam, acessam com frequência e quanto tempo ficam navegando na sua solução de comunicação interna. Uma métrica importante para acompanhar é onúmero de pageviews: quantidade de páginas visualizadas dentro de um período de tempo específico. Um aumento nas visualizações de página é sempre bem-vindo e aponta sucesso na adesão à rede social corporativa.

 

c) Engajamento

Nesse ponto, é possível ver o quanto a sua plataforma de colaboração é usada para a interação entre os usuários e troca de experiências. Mede também o quanto os usuários assimilaram o sistema como plataforma colaborativa de trabalho. Um dos indicadores fundamentais para essa fase é a taxa de interação. É possível medi-la com base no número de usuários da rede social corporativa que comentam publicações dos colegas ou que usam o mensageiro instantâneo para conversar. O ideal é que a taxa de interação seja sempre alta – afinal, uma mídia social morta não agrega em nada na sua empresa.

Ficou interessado nesses indicadores? Nosso e-book sobre o assunto, Métricas para redes sociais corporativas, contém mais sugestões de indicadores para cada uma das fases de implantação de uma plataforma de colaboração, além de mais KPIs e um guia para analisá-los adequadamente. Você pode baixar esse conteúdo rico na nossa página de materiais educativos sobre redes sociais nas empresas.

CTA_novo