Pressione "Enter" para pesquisar ou "Esc" para cancelar.

O papel da liderança na comunicação da sua empresa

Escrito por Michele Fernandes, da Solides.

Mais do que nunca, a comunicação é um tema muito sério, que pode engajar ou afastar talentos. Quanto mais transparente e direta são as informações institucionais, mais os colaboradores entenderão e saberão para onde caminhar.

Por isso, hoje vamos mostrar qual o principal papel da liderança na comunicação da sua empresa e como isso reflete em sua equipe. Acompanhe!

A comunicação de um líder

Sabemos que grande parte dos problemas administrativos enfrentados em uma empresa são consequência de ineficácia na comunicação e, na maioria dos casos, esses problemas são causados pelos líderes que não separam tanto tempo para deixar as informações claras para a sua equipe. Dessa forma, são causados ruídos na organização e isso afeta diretamente na produtividade do time de colaboradores.

Um processo de comunicação interna efetivo se dá quando são avisadas e documentadas todas as mudanças e novas práticas realizadas em algum ambiente onde todos os colaboradores tenham acesso e já estejam familiarizados. É preciso que o líder conduza a sua equipe a fazer esse acompanhamento para que a comunicação seja feita em um lugar só e acabe com os ruídos.

Gestão de conflitos

Existem líderes que tratam das dores e não das causas para fazer sua gestão de conflitos. Além de gerar desordem entre colaboradores e equipes, uma gestão de conflitos mal feita pode causar problemas de comunicação e baixa produtividade na sua organização. Portanto, aqui vão alguns passos para analisar, planejar e agir com foco na redução de conflitos por causa da comunicação. Confira!

Aprenda a documentar

A documentação não é necessariamente um sinal de formalidade extrema, mas também é uma maneira de registrar suas atividades para um melhor trabalho. Muitas empresas, principalmente as de menor porte, possuem o hábito de apenas combinar os projetos e tarefas por meio de uma conversa e muitas delas informais.

Já somos superexpostos a informações o tempo todo. São tantas tarefas e atividades profissionais e pessoais que, muitas vezes, com o passar do tempo, o nosso cérebro começa a falhar. Então, essa é a primeira regra: documente e seja organizado! Registros nunca são demais, e eles, muitas vezes, dizem muito sobre você. Aprenda a redigir atas e lembre-se de compartilhar esses documentos com todos os envolvidos no seu processo.

Faça um SLA (Acordo de Nível de Serviço)

O SLA acabará com aquelas longas reuniões, muitas vezes improdutivas, de apontamento de culpa por uma meta não batida ou uma métrica não alcançada. O líder é responsável pelo alinhamento entre setores e funções e, com isso, ele pode intervir de uma forma direta evitando conflitos voltados a tarefas.

O SLA te ajudará a orientar sua equipe e, além disso, poderá ser um apoio aos colaboradores que estão em fase de onboarding, assim eles têm, de forma documentada, as expectativas da empresa e de seus colegas para com ele. O SLA deve sempre ser compartilhado com todos que executarão tal atividade, e deve-se datar até quando acontecerá um teste combinado. Dessa maneira, aquelas famosas mudanças repentinas não acontecerão, pois elas impossibilitam de fazer análise de dados e comparativos, além de aparentar desorganização aos colaboradores que podem não ter, de forma clara, sua meta e o seu caminho a seguir.

Deixe a informação transparente

Claro que existem informações que são confidenciais, mas o líder deve saber conduzir a equipe alinhando sempre as ações de acordo com a estratégia e, para isso, não deve haver qualquer tipo de preciosismo ou falha na transparência. Como já dito no início do texto, e reforçando agora, o ruído pode trazer não só baixa produtividade mas também grandes despesas para sua empresa por falha de um processo. Para uma melhor organização e atualização das informações, recomendamos reuniões periódicas para alinhamento dos objetivos a serem alcançados.

Engajamento e enraizamento dos valores organizacionais

Pensando em liderança e comunicação, o que não pode faltar é o alinhamento com a cultura da empresa. Um líder deve vestir a camisa da empresa, ser totalmente engajado e enraizado com os valores e princípios da organização, pois assim ele conseguirá, de uma forma muito fluente, engajar sua equipe e os demais colaboradores, focando sempre em resultados.

O que se espera de um  líder é o alinhamento refinado com a alta gerência. Assim, todos os membros da sua equipe sentem-se seguros de seguir as orientações que estão documentadas, organizadas e transparentes em relação ao planejamento estratégico da empresa.

O que um líder não deve fazer usando a comunicação

  • Gerar conflito entre a equipe passando informações de senso comum, como forma privilegiada para alguns;
  • Criar grupos isolando outros e não promovendo o engajamento;
  • Usar palavras não verdadeiras com os colegas, gerando insegurança da sua equipe.

E por fim, é de extrema importância reafirmar que, quando um líder não adere a cultura macro, podem haver conflitos nas micros equipes, pois os colaboradores não enxergarão nele um referencial da cultura e marca da empresa.

Gostou de saber mais sobre o papel da liderança na comunicação da sua empresa? Leia também sobre programas de liderança e saiba como desenvolver um!

cta-kit-departamento-pessoal

CTA_novo