Pressione "Enter" para pesquisar ou "Esc" para cancelar.

Oi, tudo bem contigo?

Você chega no trabalho, passa pelas pessoas, distribui ‘’bons dias’’ e larga suas coisas. Pega um café e senta na sua mesa para trabalhar. Executa suas tarefas e segue a sua rotina de trabalho normalmente até que, em meio ao fluxo louco de informações que passam pela sua caixa de e-mail (e pela sua cabeça) todos os dias, no meio da tarde, em uma conversa qualquer na frente da impressora, alguém te pergunta “tudo bem contigo?” ou ‘’”e aí, como vai o trabalho?” E você pensa, “tudo bem, claro!”, e responde que “o trabalho vai indo…”, com aquele sorriso amarelo.

Vamos lá, quem de nós nunca deu essa resposta?

Apesar de ser uma resposta comum que a gente dá no ‘piloto automático’ eu digo que ela é perigosa. O “vai indo”’ é uma tradução sutil da falta de motivação que muitas vezes recai sobre nós,  porque o trabalho está lá, e você dá o melhor de si, e sempre haverá coisas para se fazer. Mas ok, e daí?

Seja sua área comunicação, marketing, RH, ou qualquer outra, é preciso aceitar que as coisas estão mudando no mercado, na rotina e na natureza do trabalho, em termos de ferramenta e também de ideais, o que tem tornado tudo muito mais competitivo. E nós, apesar de seres humanos, resistirmos à mudanças – não por medo do que elas podem trazer, mas por medo de perder a segurança que já temos. Precisamos nos adaptar a esta nova realidade, que às vezes parece nos engolir.  

E há mais como escapar.

Para isso é importante que seja qual for a sua área, você esteja atento à tendencias e sinais dessas mudanças no trabalho, para saber aproveitar a onda e reinventar-se profissionalmente.

Falamos de maneira recorrente aqui no blog, por exemplo, sobre os impactos que o digital trará para o futuro da comunicação interna, em que mais do que os fluxos de informação ‘top-down’, será necessário  valorizar a relação da empresa com as pessoas, que são a chave para manter em pé toda a estrutura de um negócio. Além disso, podemos perceber que modelo de gestão do futuro é diferente, valorizando propósito, inovação e pensando em resultados que sejam sustentáveis à longo prazo.

Para evitar o sentimento de impotência e manter a motivação é necessário que acompanhemos os movimentos e não neguemos as mudanças. À medida que o digital workplace começa a fazer parte cada vez mais do dia a dia das empresas e os encontros geracionais são cada vez mais frequentes no ambiente de trabalho, as mudanças serão assim: rápidas, quase instantâneas, tecnológicas e frequentes.  

Por isso, antes de responder que o trabalho apenas “vai indo” lembre-se de que o mundo caminha rápido, e resgate a sua motivação para acompanhá-lo. :)

endomarketing digital

CTA_novo