Pressione "Enter" para pesquisar ou "Esc" para cancelar.

Software social ajuda a romper “ilhas de informação”

Um software social é capaz de integrar diversas unidades de uma empresa muito distribuída? O exemplo da Alcatel-Lucent mostra que é possível. Multinacional da área de telecomunicações com mais de 76 mil colaboradores espalhados em 130 países, ela apostou em uma rede social corporativa para integrar todo esse corpo funcional. Hoje, mais de 95% dos funcionários tem perfil ativo dentro da ferramenta em todos os setores. Além de acelerar a troca de ideias, a solução contribuiu para acabar com as “ilhas de informação” que existiam dentro da instituição.

O processo de implantação do software social começou em 2009, alguns anos após a fusão da Alcatel com a Lucent. A escolha da ferramenta ideal e o planejamento ocorreu até abril de 2010, quando foi lançada a primeira versão da ferramenta, batizada como Engage. O nome reflete parte das intenções da multinacional com o sistema: engajamento dos colaboradores em torno das causas da empresa.

O engajamento do corpo funcional dentro de um software social trazia para os gestores da Alcatel-Lucent um grande desafio: a integração de diferentes unidades, distribuídas por vários países. “Geralmente as pessoas tem pouca visibilidade fora dos seus próprios times”, diz Haran Sold, diretor de operações comerciais da empresa, em entrevista registrada neste material promocional. “Queríamos facilitar o acesso a nossa expertise. Buscávamos uma plataforma colaborativa que nos ajudasse a atender nossa necessidade de colaboração entre as organizações.”

Para romper essas “ilhas de informação”. eles investiram em uma rede social corporativa: sistema similar a um site de relacionamentos, mas orientado aos objetivos da instituição. Nele, cada funcionário ganha um perfil para publicação de fotos, vídeos e mensagens que podem receber comentários de outros usuários.

Esse recurso de colaboração permite que, por meio do software social, os funcionários possam interagir em projetos comuns, gerando ideias que podem melhorar projetos e ações internas, independente das distâncias geográficas. “Os colaboradores são parte de uma grande comunidade e não sentem mais que precisam trabalhar sozinhos. A Engage permite a colaboração e a discussão”, comenta Jerome Colombe, chefe de governança web da Alcatel-Lucent em entrevista ao portal Simply-Communicate.

O engajamento se reflete no número de usuários. Em abril de 2010, a rede continha 100 usuários cadastrados. Hoje, quase 73 mil pessoas integram a Engage. Um material promocional sobre esse case diz que, graças ao novo sistema, a produtividade dos empregados aumentou em 7,5%.

O exemplo da Alcatel-Lucent mostra como é possível criar um ambiente colaborativo apesar das distâncias geográficas, rompendo as “ilhas de informação”. E na sua empresa, você conseguiu quebrar essas barreiras com a ajuda de um software social? Deixe seu relato nos comentários.

CTA_novo